jump to navigation

Política relacionada à AIDS do exército sul africano vem sendo discutida junho 27, 2008

Posted by ivanildafigueiredo in Noticias.
trackback

Gilbert Marcus, advogado atuante em nome daqueles discriminados por esta lei, disse na corte que seria impossível haver um exército sul africano (SANDF) livre da AIDS. A atual política do exército impede a contratação, envio para o exterior e promoção de pessoas HIV positivo dentro das forças armadas.

 

O advogado pediu à corte que declare tal política inconstitucional, e que contrate e promova todos aqueles afetados por isso. Além disso, ele também pediu que o SANDF reformule tal política dentro de seis meses.

 

Foi também levantado pelo advogado, que ser HIV positivo não significa estar doente, e que a política do exército deduz que tais pessoas nunca estão prontas para o combate baseado somente em seu status. O SANDF admite que sua política descrimina, mas argumenta que isto é baseado na natureza do exército.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: