jump to navigation

Infanticídio põe em xeque respeito à tradição indígena maio 7, 2008

Posted by ivanildafigueiredo in Noticias.
trackback

Certas práticas culturais não difundidas em nossa cultura ocidental costumam nos chocar. No entanto, a interferência em tais práticas sempre gera debates. No caso do infanticídio, a questão que surge é se devemos preservar a tradição indígena ou seguir as leis vigentes que protegem a vida.

 

 

O infanticídio ainda é uma prática comum à cerca de 20 etnias entre as mais de 200 remanescentes no país, esse princípio consiste no sacrifício de crianças indígenas que sejam consideradas incapazes ao convívio na comunidade.

 

O infanticídio pode ser motivado por problemas mental ou físico, doenças não identificadas pela tribo, mas também filhos de mães solteiras, ou mesmo gêmeos.

 

A proposta é polêmica entre índios e não-índios. Há quem argumente que o infanticídio é parte da cultura indígena. Outros afirmam que o direito à vida, previsto no artigo 5º da Constituição, está acima de qualquer questão.

 

Está previsto o lançamento de documentário dirigido pelo diretor e produtor norte-americano David L. Cunningham, nos Estados Unidos e no Brasil, sobre a prática. A produção abordará o projeto de lei que trata de “combate às práticas tradicionais que atentem contra a vida”. A Lei Muwaji, estabelece que “qualquer pessoa” que saiba de casos de uma criança em situação de risco e não informe às autoridades responderá por crime de omissão de socorro.

 

Link: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u389427.shtml

 

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: